Balão Intragástrico: Orientações pós procedimento

  1. Siga estritamente as recomendações dada a você após o procedimento.
  2. Solicitamos que você faça acompanhamento com nutricionista com experiência em balão intragástrico p isso irá potencializar o processo de emagrecimento saudável
  3. Siga estritamente a dieta do primeiro mês, respeitando o período de adaptação do balão em seu estômago.
  4. Você não poderá dirigir após procedimento devido a sedação.
  5. Compre todos os medicamentos prescritos e siga nossas recomendações.
  6. Reserve pelo menos três dias para permanecer em casa – esse período os sintomas da fase de adaptação são mais comuns e com maior intensidade.
  7. É muito importante manter-se sempre hidratado!
  8. Náusea e vômitos.
    1. São muito frequentes nos primeiros 3 a 5 dias após a colocação do balão intragástrico, devido à adaptação do seu organismo ao balão.
    2. A intensidade varia muito de acordo com a susceptibilidade de cada um.
    3. Dieta líquida gelada ou em temperatura ambiente são os mais indicados, pois diminui a sensação de azia e mal-estar.
    4. Picolé de frutas sem açúcar ou gelo de isotônicos (tipo o Gatorate) também aliviam o mal-estar e a náusea.
    5. Se vômitos persistentes, que não cessam com a medicação oral prescrita, procurar um Pronto Atendimento, levando as orientações que lhe foram fornecidas por escrito ao médico de plantão, para receber hidratação venosa e receber sintomáticos venosos.
  9. Distensão abdominal ou "barriga de grávida".
    1. Isso é decorrente da distensão gástrica promovida pelo balão associado aos alimentos que foram consumidos e estão sendo digeridos - Geralmente ocorre por erro alimentar, ou seja, ingesta de quantidades inapropriadas de alimentos e líquidos durante as refeições, dificultando sua digestão.
    2. Alguns pacientes referem aumento do volume abdominal (principalmente na região epigástrica) durante o uso do balão como se estivessem com "barriga de grávida" - Isso não significa necessariamente que está engordando ou que o balão está com problema.
    3. O tratamento consiste em uma dieta líquida com volume reduzido até melhora dos sintomas.
  10. Constipação intestinal
    1. Devido à alteração dos seus hábitos alimentares, algumas pessoas podem apresentar um quadro temporário de prisão de ventre.
    2. O tratamento consiste em uma boa hidratação associada ao aumento do consumo de fibras que podem ser encontradas em alimentos como: farelo de trigo, aveia, pão integral, verduras, hortaliças, frutas, linhaça, côco, farinha de soja, feijão, lentilha, entre outros.
  11. Arrotos e refluxo
    1. É decorrente do aumento da pressão dentro do estômago promovida pelo balão, associado aos alimentos que foram consumidos e estão sendo digeridos.
    2. Geralmente ocorre por erro alimentar, ou seja, ingesta de quantidades inapropriadas de alimentos e líquidos nas refeições dificultando sua progressão do estômago para o intestino.
    3. O tratamento consiste em uma dieta líquida com volume reduzido até melhora dos sintomas, algumas vezes sendo necessários antiácidos (como o omeprazol) e procinéticos (como a bromoprida)
  12. Recomenda-se esperar ao menos 2h para deitar após se alimentar e evitar o consumo de frituras, alimentos industrializados e gordurosos.
  13. Deitar preferencialmente à esquerda.
  14. Caminhar 06 vezes ao dia durante 15 minutos (nas primeiras duas semanas) – isso irá ajudar na adaptação do balão e reduzirá alguns efeitos colaterais comuns nesse período, como excesso de flatulência e constipação intestinal.
  15. Evite líquidos gasosos (cerveja, refrigerantes, água com gás, etc) para não atrapalhar o tratamento já que estes sabotam o tratamento com o balão, por facilitarem a adaptação do balão. Da mesma forma, devemos cortar, tanto quanto possível, o açúcar.
  16. Evite uso de anti-inflamatórios durante a permanência do balão.
  17. Após 15 dias poderá praticar atividade física normalmente - Respeite seu organismo - Comece devagar e vá aumentando a intensidade aos poucos – Idealmente seguindo as orientações de um profissional
  18. É obrigatório seu contato no último mês do período de tratamento com o balão para agendar a retirada do mesmo - Se você permanecer com o balão além do prazo estipulado pelo médico e sem a autorização prévia dele, estará assumindo riscos sozinho sobre qualquer eventualidade que vier a ocorrer devido essa decisão.
  19. Você estará liberado(a) para realizar todos os tratamentos estéticos coadjuvantes, tais como carboxiterapia, drenagem linfática, criolipólise, etc.
  20. Se for necessário algum tipo de cirurgia durante a permanência do balão, sugerimos você manter 12 horas de jejum antes da realização do ato cirúrgico. Além disso, pelo menos 24 horas antes manter apenas dieta liquida.
  21. Em caso de dúvidas ou qualquer intercorrência, entre em contato com nossa equipe assim que possível - Estamos juntos nessa jornada!